links

Novas inutilidades

Homenagem

arquivos

Janeiro 2009

Dezembro 2008

Novembro 2008

Outubro 2008

Setembro 2008

Agosto 2008

Julho 2008

Junho 2008

Maio 2008

Abril 2008

Março 2008

Fevereiro 2008


Sexta-feira, 10 de Outubro de 2008

Homenagem

Ao ler as belas poesias feitas pelo meu grande amigo "poeta das ruas", me fez lembrar que a muitos anos fizemos uma parceria com versos de gosto duvidoso, mas que me enchem de orgulho.

E até pra homenageá-lo, claro que sem o mesmo brilho e talento, bem lá vai meus singelos versos....

 

Noite de luar

Quando olhei nos teus olhos dei por mim

Que desde que nasci meu cabelo cresce sem fim

Minha barba também desde que nasceu

Por mais que a apare ela sempre cresceu

Isso talvez não seja importante

Bebo cerveja mas prefiro refrigerante

Não é preciso muito estardalhaço

Sou apenas um frustrado palhaço

Mas o que isso têm a vêr?

Nem eu sei bem o que quero dizer

Quando estou bêbado e rouco

Tenho dor de barriga por tão pouco

E por fim pra terminar essa bosta

Não tenho rima pra usar como resposta

 

 


Defecado por Alex às 18:34

linque do poste | Criticar (comentar) | favorito

Os loucos desse lugar

fuçar no blog

 

Janeiro 2009

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3

4
5
6
7
8
9
10

11
12
13
14
15
16
17

18
19
20
21
22
23
24

25
26
27
28
29
30
31


tags

todas as tags

Pesquisa

Você toma banho depois de fazer cocô?
Sim
Não
Depende do Cocô
Uso lenço Umedecido
Não faço Cocô

blogs SAPO

subscrever feeds